O amor é o tema mais monótono que existe na arte. Por ser o único tema universal, é a ele que apelam para atingir o maior público possível.

E a maioria das bandas do Punk tinham uma postura claramente contra essa temática. Joe Strummer, do Clash, declarava que "Passion is a Fashion" ("a paixão é moda") e Johnny Rotten, do Sex Pistols, argumentava que não poderia cantar as canções de amor pois "poucas delas eram reais. Não são sobre amor, mas sobre qualquer coisa".

Entretanto, outras bandas, particularmente da segunda geração, exploraram demais a temática, focando em um dos pontos principais do Punk: o retorno às origens do rock.

Assim, se o The Undertones escreveu a melhor canção sobre o amor do rock ("Teenage Kicks"), o The Only Ones chegou bem perto.

OK, eu escrevo todo ano sobre essa música, mas, quem sabe?, esteja ajudando uma alma a descobrir essa maravilha. 36 anos para ela hoje.