"de novo não..."

Está por toda a rede: a torcida do Botafogo que se mobilizou para viajar até Sete Lagoas e prestigiar a equipe nessa "Arrancada Final" está tendo problemas para conseguir comprar ingresso para a partida de amanhã contra o Atlético/MG.

As informações ainda estão desencontradas, mas de acordo com o dito pelos alvinegros nas redes sociais, a diretoria do Atlético/MG reservou apenas 192 ingressos para a torcida do Botafogo, sendo estes repassados a algumas torcidas organizadas. É bom lembrar que o clube mineiro já havia feito o mesmo na partida contra o Corinthians, quando destinou ao clube paulista apenas 180 ingressos.

A questão que fica é: o Atlético Mineiro está errado? Vamos ver, então, a Lei que se aplica à situação, no caso, o Regulamento Geral das Competições:

Art. 81 - O clube visitante terá o direito de adquirir a quantidade máxima de ingressos correspondente a 10% da capacidade do estádio, desde que se manifeste em até três dias úteis antes da realização da partida, através de ofício dirigido ao clube mandante, necessariamente com cópia às federações envolvidas e à DCO.

§ 1° - No ato da formalização de interesse o clube visitante deverá informar ao mandante como procederá em relação à forma de pagamento dos ingressos solicitados, o que deverá ocorrer em até dois dias úteis seguintes.

§ 2° - Em cumprimento de acordo assinado entre os clubes, inclusive para situações de reciprocidade, a disponibilidade de ingressos para o visitante poderá ser superior aos 10% da capacidade do estádio.

Sendo assim, o RGC é bem claro: cabe ao clube visitante solicitar os ingressos. Se este não o fizer, o clube mandante não tem obrigação de separá-los para o adversário.

Lembro, então, que a diretoria do Botafogo passou pelo mesmo problema em 2009, em uma das partidas finais do Brasileiro, contra o Atlético Paranaense. Sem a requisição oficial do Botafogo, poucos ingressos foram destinados à torcida alvinegra, que só tiveram a oportunidade de comprá-los até a manhã do dia do jogo. Sendo assim, centenas de torcedores ficaram do lado de fora, mesmo com um enorme espaço vazio no estádio. Felizmente, a torcida do clube paranaense voltou atrás e liberou, aos poucos, o acesso da torcida alvinegra.

Com isso, então, há duas hipóteses: ou o Atlético Mineiro está ignorando o pedido do Botafogo e, com isso, fere o Regulamento Geral das Competições; ou a diretoria do Botafogo, mais uma vez, esqueceu os seus torcedores.

Quem paga, como sempre, somos nós.

OBS: Foto de Mihail Ursu, "Soccer Fan"


Alteração: na verdade, não foi apenas uma organizada que recebeu os ingressos, foram mais.