O Internacional possui uma gestão excelente que colhe os frutos de uma boa organização. Agora, há muito o que se queixar em relação ao seu estádio, o Beira-Rio. A falta de manutenção é visível, como provam as fotos abaixo. Mas, também, é de se elogiar o respeito ao torcedor, mesmo ao visitante. Espero que o clube colorado possa reparar esses pequenos problemas e deixar o seu estádio do jeito que ele merece.

Ao entrar no estádio, de cara somos surpreendidos por uma equipe de seguranças que tira todas as nossas dúvidas. Bem educado e inteligente, o chefe da segurança falou sobre o funcionamento do estádio, o sócio-torcedor deles, onde ficaríamos e provocou o Grêmio. Elogiou a torcida do Inter, claro!, e nos indicou a entrada. Nota 10.

Logo na entrada, nos deparamos com o seguinte cartaz (clique na foto para ampliá-la):


Nunca havia visto algo parecido nos 17 estádios que eu já tive oportunidade de visitar (14 no Brasil, 3 na Argentina). Mostra o respeito ao torcedor e o profissionalismo do clube.

Há, ainda, outros itens a serem destacados. O primeiro é a lixeira. No Engenhão, como sabemos, elas não existem pois existe uma recomendação para não deixarem objetos inflamáveis ao alcance da torcida. No Beira-Rio, as lixeiras descartáveis só existiam perto da lanchonete e lá havia policiais, portanto, não havia risco de algum piromaníaco se divertir com o lixo. Segue a foto da simpática lixeira:


Já nas arquibancadas, na grade que separa os visitantes dos torcedores do Internacional, foi estendida uma faixa de "paz nos estádios". Ela evita o contato visual que ajuda a acirrar os ânimos e provocar confusões. Mais uma bola dentro.




Porém, nem tudo são flores. Na estrutura há muitas falhas. Para começar, cerca de metade do estádio não possui cadeiras e a maior parte dele é descoberto. Porém, o mais preocupante estava na cobertura acima do setor dos visitantes, que também abriga torcedores. No teto, havia um enorme buraco, como vocês podem ver abaixo:


Porém, não era só isso: havia também uma trepadeira (planta) no teto!

 

São coisas que serão resolvidas com as obras que irão preparar o estádio para ser uma das sedes da Copa em 2014. Mas são falhas graves que poderiam colocar em risco a segurança do torcedor. Porém, é um belo estádio e que se não fosse o engarrafamento de mais de uma hora no entorno, mesmo com um público de 16 mil pessoas, seria ainda melhor. Seguem mais fotos: