O Brasileirão é um campeonato conhecido por premiar os melhores elencos. Conta ter peças de reposição, como os treinadores gostam de chamar os reservas, para todas as posições. Sendo assim, é válido comparar os elencos para analisar os times atualmente e fazer uma previsão para dezembro.

Mas os treinadores também têm que entrar na análise. Bons técnicos com bons elencos vão, quase sempre, longe na tabela. E bons times com bons treinadores e com um desempenho no estádio e uma torcida que faça a diferença é quase sinônimo de título.

A partir disso, avaliei os elencos, os treinadores e o fator casa (histórico recente de desempenho + torcida) e atribuí notas.

No elenco, não concluí que houvesse nenhum que pudesse se destacar tanto assim que merecesse a nota máxima. Com isso, Corinthians, Fluminense e Internacional foram a base para avaliação, partindo da nota nove.

Para os treinadores, Muricy e Felipão, pela experiência e qualidade, mereceram o 10.

O fator casa é o mais complicado de se julgar. Para tanto, comparei os desempenhos em casa, o estádio próprio e a presença da torcida. Novamente, não notei nenhum time que pudesse ter um amplo destaque sobre os demais.

Segue a classificação:




CLIQUE NA PROPAGANDA ABAIXO
E AJUDE A MANTER O SITE