No domingo, o Botafogo enfrentará o Vitória da Bahia. Os ingressos custarão:

- Arquibancada (torcedores do Vitória): R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia)
- Arquibancada (visitantes): R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia)
- Cadeira (apenas torcedores do Vitória): R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia)

Diferenciar preço para o mesmo setor fere o Estatuto do Torcedor. Vejam o que diz o artigo 24, 1º parágrafo:

§ 1o Os valores estampados nos ingressos destinados a um mesmo setor do estádio não poderão ser diferentes entre si, nem daqueles divulgados antes da partida pela entidade detentora do mando de jogo.

Vários clubes do Brasil fazem essa vergonha. É impressionante como ninguém se importa com os visitantes. E, para variar, o Botafogo sempre é sacaneado. Ano passado, no Paraná contra o Atlético, deixaram umas centenas de botafoguenses do lado de fora apanhando da Polícia.

Mais uma: o Vitória ainda fere o Estatuto do Torcedor em mais um item:

§ 5o Nas partidas que compõem as competições de âmbito nacional ou regional de
primeira e segunda divisão, a venda de ingressos será realizada em, pelo menos, cinco postos de venda localizados em distritos diferentes da cidade.

As vendas só acontecerão nesses setores:

- Bilheterias do Barradão e Loja do Leão (Shopping Capemi e Shopping Center Lapa) – das 9h às 17h.


E o pior é que isso é uma guerra que só gera prejuízo para os torcedores, pois fica um retaliando o outro. Parece que ontem, na Vila Belmiro, cobraram 140 reais dos torcedores do Vitória. Aí, os torcedores do Vitória vão reclamar e dizer que tem que aumentar os ingressos. E o ciclo vai se repetindo.