Vinicius de Assumpção, amigo do MCR e subsecretário de Desenvolvimento Econômico Solidário da Prefeitura do Rio de Janeiro, postou o seguinte comentário em relação à notícia de ontem sobre os camarotes com as cadeiras vermelhas (ou alguma forma de cobertura):


"(...) fui atrás desta informação na RIOURBE e fui informado que basta, na verdade, uma solicitação do Botafogo em relação à mudança das cores das cadeiras e que isto não seria problema."

Então, há realmente a abertura para que a troca de cadeiras seja possível. É claro que temos inúmeras outras prioridades. Entretanto, uma mudança de cores no Engenhão aumentaria bastante a identificação dos botafoguenses com o estádio, o que levaria a um aumento no público.

Sei que há um custo por cadeira e ele não é baixo. Porém, acredito que poderíamos focar em propagandas na parte de trás de cada cadeira, como nos ônibus. Há muitas alternativas.

Vamos torcer para a diretoria focar nessa direção. Espero, sinceramente, que eles tenham desistido da ideia de vender o Engenhão (ou o péssimo nome Stadium Rio) como o estádio de todas as torcidas, como foi noticiado na ocasião da assinatura do contrato com a Pepira.

LEIA MAIS: Engenhão ganha novas cores